24 de fev de 2010

Lápis de Cor

2
A técnica do lápis de cor é considerada relativamente simples pelo fato de estarmos, em geral, acostumados a usar lápis para escrever ou desenhar. Usar pincéis, por exemplo, não é algo tão familiar em nossa formação normal na escola.
.
É muito importante que o desenho em cores respeite a presença da luz e da sombra do objeto retratado. Acontece muitas vezes a representação das cores sem a devida importância á luz e a sombra. Este erro é mais facilemte evitado quando fazemos um estudo de luz e sombra usando grafite, ou seja, em escala de cinza, para somente depois reproduzirmos o desenho em cores respeitando as áreas claras e escuras (luz e sombra).
.
Assim como na aquarela, a técnica do lápis de cor é feita em camadas sussecivas. As camadas podem variar de cor, geralmente partindo de uma cor mais clara para uma mais escura. Por exemplo: Para se obter um tom de verde, é possível iniciar o trabalho fazendo uma camada de cor amarela bem suave. A segunda camada pode ser um tom de verde claro. Esta pode ser sobreposta por uma camada de verde mais escuro. Lembrando sempre de manter as áreas claras com camadas mais tênues ou deixando o papel cru, sem pigmento.
.
Título: Strelitzia
Autor: Carlos carvalhar
Técnica: Lápis de cor

2 comentários:

  1. Lindo como eu queria aprender a desenhar assim.

    ResponderExcluir
  2. Carlos,
    bom dia!

    Gostaria de saber, se você dispõe de algum material fornecido no curso alusivo a técnica de lápis de cor?
    Tens alguma bibliografica a indicar aos interessados?

    Obrigado,

    Cláudio

    ResponderExcluir